11 setembro 2014

Salem

Oi fooofas!
Me desculpem por não ter trazido uma sériezinha na quarta, mas eu to com uns projetos ai de tirar uma boa nota nas minhas provas da faculdade no primeiro trimestre, pra poder relaxar no mês do meu aniversário, hahaha.
Então, hoje a série foi uma indicação de duas modeletes fofíííííssimas (quase uma súplica, por parte de uma das duas, em um grupo do whatsapp, HAHAHA): a Yanka Nunes e a Isabela Diniz.

Eu mesma nunca havia assistido a série e, na quarta, não consegui nem publicar algo, quem dirá assistir seriado :(. Então eu usei o tempinho que tive na quinta e assisti aos três primeiros episódios, só pra poder falar com, pelos menos, um pouco de entendimento. Entãããão, bora conhecer Salem?

Pra começar, pelo nome, todo mundo já deve imaginar do que se trata a série né? Então sim, fala de bruxas.
Salem se passa em Massachusetts no século XVII e acompanha a história de Mary Sibley, uma bela jovem, grávida e sozinha em Salem, uma cidade puritana que acredita que o grande amor de sua vida, John Alden, que foi pra guerra, esteja morto já que ele nunca mais retornou suas cartas. Mary então decide vender sua alma ao diabo e se com George Sibley (daí o sobrenome da moçoila), que é um dos homens mais influentes da cidade e ela o escraviza para pegar suas riquezas e o poder para si própria.
John retorna sete anos depois, para Salem, e encontra uma cidade mergulhada em uma louca caça às bruxas, com mulheres queimadas e enforcadas ao primeiro sinal de possessão demoníaca.
Pra quem não sabe, a série apareceu pela primeira vez em um evento da emissora WGN, mas com o outro título, Malice. Em 4 de julho de 2012, foi aprovado o piloto e começou a produção de uma primeira temporada com 13 episódios, mas sobre um novo e definitivo título, Salem, que estreou em abril de 2014.
Salem traz uma história totalmente voltada para bruxas, focada na forma como as bruxas foram caçadas e mortas durante todo o século XVII, e como elas viviam perante a sociedade. Os efeitos especiais são muito bem produzidos e realistas, não deixou a desejar.


Como Mary Sibley temos Janet Montgomery, a bruxa mais forte de Salem, cujo seus segredos e desejos ameaçam sua posição de poder na cidade. Ela é uma mulher forte e decidida, acho a 'maldade' dela fascinante.


Como John Alden temos Shane West, um herói de guerra e ex-interesse amoroso de Mary Sibley, que retorna para casa em meio ao pânico de bruxas em Salem. Vou logo dizendo que odiei o Shane West com esse cabelo! sério, pra mim não combinou nenhum pouco com ele.

Como Cotton Mather temos Seth ~lindo~ Gabel, o líder da caça as bruxas, é um homem que prega a bíblia de dia e dorme com mulheres em um bordel à noite (ele me lembra muitos homens desta minha rondônia, hahaha). Eu acho ele um lindo! Sério.
Como Tituba temos Ashley Madekwe, aparentemente jovem, ela é cúmplice de Mary, mas também tem poderes e segredos misteriosos. Esse nome não é por acaso, Tituba era uma escrava em Salém no século XVII e foi uma das três primeiras pessoas acusadas de praticar bruxaria e a primeira a confessar fazer bruxaria em Salém no século XVII. Apesar da confissão, Tituba não foi condenada à morte. 
Como Mercy Lewis temos Elise Erbele, uma garota com aflições estranhas e violentas causado por algo desconhecido. Com o desenvolvimento da história, se torna uma semelhante às criaturas que tanto lhe atormentam e aos poucos vai acumulando forças e aumentando seus poderes.
Como Anne Hale temos Tamzin Merchant, uma jovem e talentosa artista que se rebela contra o modo conservador de viver da vila. Ela também se sente atraída por John Alden. Descobre que é uma bruxa ao longo da série. Se gostam da atuação dela, assistam The Tudors, ela está espetacular lá (na minha opinião).
Como magistrado Hale temos Xander Berkeley, pai de Anne e político em Salem, além de ser do mesmo coven que Mary Sibley.

Eu não gostei do Shane West e a Janet Montgomery 'juntos', assim eu não os vejo como um casal ou mesmo com um ex-casal. Espero que eles não fiquem juntos (aviso logo, huahuahua).

Salem tem uma nota de 7.1/10 no imdb baseado em 6.600 avaliações, 50 de 100 no Metacritic baseado em 16 avaliações. Em outra avaliação, Rotten Tomatoes, classificou o seriado com 5.1 de 10, baseado em 14 avaliações. A série já foi renovada para sua 2ª temporada. Eu achei meio esquisito, de verdade, uma série sobre bruxas estrear em um mês que não fosse outubro, foi diferente? Foi. Mas esquisito também.
Salem me lembra um pouco a terceira temporada de American Horror Story e, também, pelo fato de ser uma série de terror, fantasia e drama. Em geral é uma boa série, até o episódio que eu assisti não me decepcionei, há bons ganchos que dá aquela vontade de continuar a assistir. 

Então fofas, bora pro século XVII esse final de semana? Afinal, em Salem, bruxas são reais, mas eles não são quem ou o que parecem.

Beeeeijos ;***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL